Fotografia de vida selvagem (wildlife photographer)

Posts com tag “Passarinhos

Galeria

O colorido das Saíras. Saíra é o nome popular dado a várias espécies de aves brasileiras pertencentes às tribos Thraupini e Emberizini da família Fringillidae. Oocorrem em todo o território nacional e nem sempre são fáceis de avistar. É impossível não notar a beleza e o colorido dessas aves. De comportamentos peculiares, algumas são capazes de ingerir frutos desproporcionais aos seus tamanhos.


Pantanal 2018

Muita gente me pergunta porque sempre vou ao pantanal e a minha resposta é sempre a mesma: porque tenho certeza que renderá boas fotos.


Galeria

Os Pica-paus. Da família Picidae, no Brasil encontramos 51 espécies desta família. Aqui algumas espécies que tive oportunidade de fotografar.


Galeria

A família Ramphastidae.


Galeria

Quiriquiri (Falco sparverius) – American Kestrel


Arara-Vermelha (Ara chloropterus) – Red-and-green Macaw

A arara-vermelha, também chamada arara-verde, araracanga, aracanga, arara-macau, ararapiranga e macau. A sua alimentação é baseada em sementes, frutas e coquinhos.

Distribuição: Amazônia brasileira e em rios costeiros margeados por florestas no Leste do País, chegando originalmente até o Espírito Santo, Rio de Janeiro e interior do Paraná. Encontrada também do Panamá ao Paraguai e Argentina.

A arara-vermelha-grande mede de 73 a 95 centímetros de comprimento e pesa até 1,5 quilo. Monogâmica, quando forma um casal, esta união é para sempre.

 


5 de outubro – Dia Nacional da Ave.

Você sabia que no dia 05 de outubro é comemorado o “Dia da Ave”? Uma pequena homenagem a esses seres tão coloridos e que alegram nossos dias.

 


Galeria

Gavião Belo (Busarellus nigricollis) – Black-collared Hawk


11 de setembro é o dia nacional do Cerrado.

Localizado no coração do Brasil, ligando três países da América do Sul, são encontrados no Cerrado mais de cinco mil espécies brasileiras, como o Lobo-Guará, o Tamanduá-Bandeira e a Onça-Pintada. Chamado de “o berço das águas”, por abrigar as nascentes de importantes bacias hidrográficas da América do Sul: Platina, Amazônica e São Francisco e por isso, funcionando como um elo entre quatro dos seis biomas brasileiros.

Em homenagem a esse bioma brasileiro, que é um dos mais devastados do país, metade do Cerrado já foi destruído, algumas fotos que fiz nas várias vezes que por estive por lá.

 


Andorinha-do-rio (Tachycineta albiventer) – White-winged Swallow Alta Floresta, MT.

Andorinha-do-rio (Tachycineta albiventer) - White-winged Swallow

Andorinha-do-rio (Tachycineta albiventer) – White-winged Swallow


Vizinho novo fazendo sua casa em frente a minha varanda.

Pica-pau-de-cabeça-amarela (Celeus flavescens) - Blond-crested Woodpecker

Pica-pau-de-cabeça-amarela (Celeus flavescens) – Blond-crested Woodpecker


Aves de rapina

As ‘aves de rapina’ ou ‘rapinantes’ são aves carnívoras que compartilham determinadas adaptações para a caça ativa, como o bico curvo e afiado, garras fortes, voo poderoso, além de uma excelente visão e audição. Com esses atributos, as aves de rapina são ágeis e eficientes na captura de suas presas.
O grupo é formado pelas ordens Accipitriformes (águias e gaviões), Falconiformes (falcões e caracarás), Cathartiformes (urubus e condores) e Strigiformes (corujas).
Fonte: http://www.avesderapinabrasil.com/caracteristicas_gerais.htm

 


Aves do Pantanal da Nhecolândia

Mais algumas aves que fotografei no Pantanal em janeiro de 2017.


Pantanal da Nhecolândia, MS

Janeiro de 2017.


Galeria

Aves da Estrada Parque – Pantanal da Nhecolândia.


Aiuruoca, MG

Janeiro de 2017


Galeria

Gonçalves – Janeiro de 2017.


Aves do Pantanal da Nhecolândia

Janeiro de 2017.


Outro ilustre visitante

Depois da visita ilustre do Uru (Odontophorus capueira) aqui no quintal de casa, hoje recebo com surpresa outro ilustre visitante .

Topetinho-vermelho (Lophornis magnificus) – Frilled Coquette

Albuquerque – Tesesópolis, RJ

 


Hoje é dia do Pantanal.

Localizado no coração da América do Sul, esse imenso reservatório de água doce, é fonte de vida para diversas espécies animais e vegetais, atuando como um gigantesco berçário para todas elas.
Minha pequena contribuição a esse bioma tão castigado pela ação humana.


Galeria

Continuando com a série “Fotos feitas no Jardim de Casa”.


O colorido das Saíras.

Saíra é o nome popular dado a várias espécies de aves brasileiras pertencentes às tribos Thraupini e Emberizini da família Fringillidae. Oocorrem em todo o território nacional e nem sempre são fáceis de avistar. É impossível não notar a beleza e o colorido dessas aves. De comportamentos peculiares, algumas são capazes de ingerir frutos desproporcionais aos seus tamanhos.


Arara-Vermelha (Ara chloropterus) – Red-and-green Macaw

A arara-vermelha, também chamada arara-verde, araracanga, aracanga, arara-macau, ararapiranga e macau. A sua alimentação é baseada em sementes, frutas e coquinhos.

Distribuição: Amazônia brasileira e em rios costeiros margeados por florestas no Leste do País, chegando originalmente até o Espírito Santo, Rio de Janeiro e interior do Paraná. Encontrada também do Panamá ao Paraguai e Argentina.

A arara-vermelha-grande mede de 73 a 95 centímetros de comprimento e pesa até 1,5 quilo. Monogâmica, quando forma um casal, esta união é para sempre.

 


04 de outubro – Dia Mundial dos animais

No Dia dos Animais, não esqueça da importância de protegê-los. O cuidado, o respeito e o amor pelos animais devem ser incentivados todos os dias. Ajude a protegê-los.