Fotografia de vida selvagem (wildlife photographer)

Posts com tag “Pantanal de Nhecolândia

Xiiiiiii….. O tempo vai fechar na Estrada Parque.

Pantanal 2018

Uma das 72 pontes da Estrada Parque


Infelizmente, muita gente ainda não entendeu, que a preservação da natureza é sim um grande negócio.

Pantanal movimenta US$ 7 milhões ao ano com observação de onças-pintadas Valor é referente à região de Porto Jofre (MT), de acordo com ONG Pantheras Brasil

 


O Jacurutu (Bubo virginianus), com seus 52 cm de comprimento e até 153 cm de envergaduram é a maior coruja das Américas e o maior rapinante noturno do Brasil. Fiz essa foto na Estrada Parque, na região do Pantanal da Nhecolândia, MS.

Jacurutu (Bubo virginianus)

Jacurutu (Bubo virginianus)


Maria-faceira (Syrigma sibilatrix) – Whistling Heron

Estrada Parque – Pantanal da Nhecolândia, MS.

Maria-faceira (Syrigma sibilatrix) - Whistling Heron

Maria-faceira (Syrigma sibilatrix) – Whistling Heron


Galeria

Você sabia que no dia 05 de outubro é comemorado o “Dia da Ave”?


Hoje é Dia da Árvore.

O Dia da Árvore é comemorado no Brasil em 21 de setembro, véspera da Primavera e tem como objetivo principal a promover a importância da preservação das árvores e das florestas, incentivando a proteção do meio ambiente e estimular a reflexão sobre as consequências do desmatamento e da poluição.
 
Nesses tempos tão sombrios, onde correm tanto perigo, é importante lembrarmos do quanto precisamos delas.

 

Valença

A floração dos ipês anuncia a primavera no Brasil. Cada árvore fica florida durante uma semana, aproximadamente. Então as flores caem, dando um colorido especial ao chão.


Galeria

O nome já diz tudo: Gavião Belo (Busarellus nigricollis) – Black-collared Hawk


Tamanduá-mirim (Tamandua tetradactyla)

Esse é o famoso “abraço do Tamanduá”. Posição em que o animal ao sentir-se em perigo, se apoia sobre as patas traseiras e abre as patas dianteiras, como um abraço, mostrando suas garras poderosas em uma tentativa de intimidar o inimigo.

Pantanal 2019Tamanduá-mirim (Tamandua tetradactyla)

Tamanduá-mirim (Tamandua tetradactyla)


Parecem ser da mesma espécie, mas não são.

O primeiro é um Veado-campeiro (Ozotoceros bezoarticus). Os cervídeos dessa espécie medem cerca de 1 metro de comprimento, tem pelagem dorsal marrom e o contorno da boca e dos olhos brancos, assim como a barriga. Sua galhada tem três pontas e mede cerca de 30 cm de altura.

O segundo é um Cervo-do-pantanal (Blastocerus-dichotomus). É o maior cervídeo sul-americano, podendo pesar até 125 kg e ter até 127 cm de altura.

Fiz essas fotos na Estrada Parque – Pantanal da Nhecolândia, MS.


Tuiuiú (Jabiru mycteria) – Jabiru Estrada Parque – Pantanal da Nhecolândia, MS.

Tuiuiú (Jabiru mycteria) - Jabiru

Tuiuiú (Jabiru mycteria) – Jabiru