Fotografia de vida selvagem (wildlife photographer)

Posts com tag “bichos

Estrada Parque – Pantanal da Nhecolândia, MS.

Já falei várias vezes e não me canso de repetir. O Pôr do Sol no Pantanal é um dos mais bonitos do Brasil! Mas não é só isso! A paz e a tranquilidade desse lugar, aliados há uma beleza única, deixam fascinados quem
visita esse bioma, que abriga cerca de 263 espécies de peixes, 41 espécies de anfíbios, 113 espécies de répteis, 463 espécies de aves e 132 espécies de mamíferos.
Segundo a Embrapa Pantanal, quase duas mil espécies de plantas já foram identificadas no bioma e classificadas de acordo com seu potencial medicinal.

Estrada Parque - Pantanal da Nhecolândia, MS.

Estrada Parque – Pantanal da Nhecolândia, MS.


Periquitão-maracanã (Psittacara leucophthalmus) – White-eyed Parakeet Parque Nacional da Serra da Canastra, MG.

06

Periquitão-maracanã (Psittacara leucophthalmus) – White-eyed Parakeet — em Parque Nacional da Serra da Canastra


Tucano-de-bico-preto (Ramphastos vitellinus) – Channel-billed Toucan

Ave símbolo do Rio de Janeiro, infelizmente está em risco de extinção.

The symbol of Rio de Janeiro, unfortunately is at risk of extinction.

01

Tucano-de-bico-preto (Ramphastos vitellinus)


Fazenda Firme – Pantanal da Nhecolândia, MS.

Fazenda Firme - Pantanal da Nhecolândia, MS.

Fazenda Firme – Pantanal da Nhecolândia, MS.


Minha homenagem ao Dia das Mães.

Veado-campeiro (Ozotoceros bezoarticus) Estrada Parque – Pantanal da Nhecolândia, MS.

Pantanal 2016

Mamãe Veado-campeiro (Ozotoceros bezoarticus)


Fazenda Firme – Pantanal da Nhecolândia, MS.

Fazenda Firme - Pantanal da Nhecolândia, MS.

Fazenda Firme – Pantanal da Nhecolândia, MS.


Veado-campeiro (Ozotoceros bezoarticus).

Fiz essa foto na Estrada Parque, localizada no Pantanal da Nhecolândia em MS.

O Veado-campeiro já foi uma espécie amplamente distribuída na América do Sul. Infelizmente hoje é considerada criticamente ameaçada de extinção nos estados do Rio Grande do Sul, Paraná e com alta probabilidade de estar extinta no estado de São Paulo.

As principais ameaças a essa espécie são a perda do seu habitat, a caça e doenças transmitidas pelos rebanhos da pecuária.

 

Veado-campeiro (Ozotoceros bezoarticus).

Veado-campeiro (Ozotoceros bezoarticus).


Falcão-de-coleira (Falco femoralis) – Aplomado Falcon Estrada Parque – Pantanal da Nhecolândia, MS.

Falcão-de-coleira (Falco femoralis) - Aplomado Falcon

Falcão-de-coleira (Falco femoralis) – Aplomado Falcon


Mas que coceira….!!!

Bugio (Alouatta caraya) Rio Miranda - Corumbá, MS.

Bugio (Alouatta caraya) Rio Miranda – Corumbá, MS.


Garça-moura (Ardea cocoi) Rio Vermelho – Corumbá, MS.

Garça-moura (Ardea cocoi)

Garça-moura (Ardea cocoi)


Cachorro-do-mato (Cerdocyon thous) Estrada Parque – Pantanal da Nhecolândia, MS

Finalmente consegui fazer uma foto do Lobinho ou Cachorro-do–mato!

Cachorro-do-mato (Cerdocyon thous)

Cachorro-do-mato (Cerdocyon thous)


Galeria

Hoje, dia 29 de novembro, é comemorado o Dia da onça-pintada. Criado pelo Governo Brasileiro, em 16 de outubro de 2018, o Dia Nacional da Onça Pintada é comemorado em 29 de novembro. Com o objetivo de aumentar a conscientização sobre as ameaças enfrentadas pela espécie e também promover esforços de conservação para garantir a sobrevivência e reforçar o papel da onça como indicadora de um ecossistema saudável. Segundo trabalho da ONG Panthera Brasil, a onça-pintada, traz anualmente muitos benefícios à região de Porto Jofre, em Mato Grosso. O turismo de observação do maior felino das Américas, movimenta mais de 25 milhões de reais. Seguem duas fotos que fiz na região de Porto Jofre.


Infelizmente, muita gente ainda não entendeu, que a preservação da natureza é sim um grande negócio.

Pantanal movimenta US$ 7 milhões ao ano com observação de onças-pintadas Valor é referente à região de Porto Jofre (MT), de acordo com ONG Pantheras Brasil

 


O Jacurutu (Bubo virginianus), com seus 52 cm de comprimento e até 153 cm de envergaduram é a maior coruja das Américas e o maior rapinante noturno do Brasil. Fiz essa foto na Estrada Parque, na região do Pantanal da Nhecolândia, MS.

Jacurutu (Bubo virginianus)

Jacurutu (Bubo virginianus)


Maria-faceira (Syrigma sibilatrix) – Whistling Heron

Estrada Parque – Pantanal da Nhecolândia, MS.

Maria-faceira (Syrigma sibilatrix) - Whistling Heron

Maria-faceira (Syrigma sibilatrix) – Whistling Heron


Imagem

Garça-moura (Ardea cocoi) Parque Nacional da Lagoa do Peixe – RS.

Garça-moura (Ardea cocoi)


Galeria

Você sabia que no dia 05 de outubro é comemorado o “Dia da Ave”?


Galeria

O nome já diz tudo: Gavião Belo (Busarellus nigricollis) – Black-collared Hawk


Tamanduá-mirim (Tamandua tetradactyla)

Esse é o famoso “abraço do Tamanduá”. Posição em que o animal ao sentir-se em perigo, se apoia sobre as patas traseiras e abre as patas dianteiras, como um abraço, mostrando suas garras poderosas em uma tentativa de intimidar o inimigo.

Pantanal 2019Tamanduá-mirim (Tamandua tetradactyla)

Tamanduá-mirim (Tamandua tetradactyla)


Parecem ser da mesma espécie, mas não são.

O primeiro é um Veado-campeiro (Ozotoceros bezoarticus). Os cervídeos dessa espécie medem cerca de 1 metro de comprimento, tem pelagem dorsal marrom e o contorno da boca e dos olhos brancos, assim como a barriga. Sua galhada tem três pontas e mede cerca de 30 cm de altura.

O segundo é um Cervo-do-pantanal (Blastocerus-dichotomus). É o maior cervídeo sul-americano, podendo pesar até 125 kg e ter até 127 cm de altura.

Fiz essas fotos na Estrada Parque – Pantanal da Nhecolândia, MS.


Fui entrevistado pelo site Terra da Gente.

https://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/terra-da-gente/noticia/2019/07/17/professor-de-geografia-se-aventura-em-busca-de-grandes-fotos-da-vida-selvagem.ghtml?fbclid=IwAR3O1inZ3SDYf9Bi39m6ZUAYSTMWylk2yh_mqSLCmeO5yV8GfuqO7P4dvmk


Um casal de Tuiuiús acasalando.

De volta para casa depois de 13 dias de viagem, sendo que 11 desses dias passados no Pantanal da Nhecolândia, o restante foi na estrada. Essa é a minha nona viagem ao pantanal, que visito desde de 2012. Em 2014, descobri um ninho de Tuiuiú e marquei o lugar. Desde então venho sempre visitando esse ninho em busca de uma boa foto, que até aqui não tinha conseguido. Dessa vez, como estava sozinho, resolvi montar campana para ver se conseguiria uma boa foto. Fiquei mais de uma hora na espera e o resultado foi esse. Consegui fotografar o casal de Tuiuiús acasalando!

Valeu a espera!!🥳

Um casal de Tuiuiús acasalando.

Um casal de Tuiuiús acasalando.


Coruja-buraqueira (Athene cunicularia) Burrowing Owl Parque Nacional da Lagoa do Peixe, RS.

Coruja-buraqueira (Athene cunicularia) Burrowing Owl

Coruja-buraqueira (Athene cunicularia) Burrowing Owl


Choca-barrada (Thamnophilus doliatus) Barred Antshrike Estrada Parque – Pantanal da Nhecolândia, MS.

Choca-barrada (Thamnophilus doliatus) Barred Antshrike

Choca-barrada (Thamnophilus doliatus) Barred Antshrike