Fotografia de vida selvagem (wildlife photographer)

Posts com tag “Aves

Hoje, 12 de novembro, é o dia do Pantanal!

Localizado no coração da América do Sul, esse imenso reservatório de água doce, é fonte de vida para diversas espécies animais e vegetais, atuando como um gigantesco berçário para todas elas.

Minha pequena contribuição a esse bioma tão castigado pela ação humana.

 

Anúncios

Galeria

Quiriquiri (Falco sparverius) – American Kestrel


O colorido das Saíras.

Saíra é o nome popular dado a várias espécies de aves brasileiras pertencentes às tribos Thraupini e Emberizini da família Fringillidae. Oocorrem em todo o território nacional e nem sempre são fáceis de avistar. É impossível não notar a beleza e o colorido dessas aves. De comportamentos peculiares, algumas são capazes de ingerir frutos desproporcionais aos seus tamanhos.


Imagem

Viuvinha (Colonia colonus) – Long-tailed Tyrant Parque Nacional de Itatiaia, RJ

Itatiaia - RJ


Arara-Vermelha (Ara chloropterus) – Red-and-green Macaw

A arara-vermelha, também chamada arara-verde, araracanga, aracanga, arara-macau, ararapiranga e macau. A sua alimentação é baseada em sementes, frutas e coquinhos.

Distribuição: Amazônia brasileira e em rios costeiros margeados por florestas no Leste do País, chegando originalmente até o Espírito Santo, Rio de Janeiro e interior do Paraná. Encontrada também do Panamá ao Paraguai e Argentina.

A arara-vermelha-grande mede de 73 a 95 centímetros de comprimento e pesa até 1,5 quilo. Monogâmica, quando forma um casal, esta união é para sempre.

 


5 de outubro – Dia Nacional da Ave.

Você sabia que no dia 05 de outubro é comemorado o “Dia da Ave”? Uma pequena homenagem a esses seres tão coloridos e que alegram nossos dias.

 


Galeria

Flamingo-chileno (Phoenicopterus chilensis) – Chilean Flamingo Parque Nacional da Lagoa do Peixe, RS.


Galeria

Sahy – Mangaratiba, RJ.


Galeria

Gavião Belo (Busarellus nigricollis) – Black-collared Hawk


11 de setembro é o dia nacional do Cerrado.

Localizado no coração do Brasil, ligando três países da América do Sul, são encontrados no Cerrado mais de cinco mil espécies brasileiras, como o Lobo-Guará, o Tamanduá-Bandeira e a Onça-Pintada. Chamado de “o berço das águas”, por abrigar as nascentes de importantes bacias hidrográficas da América do Sul: Platina, Amazônica e São Francisco e por isso, funcionando como um elo entre quatro dos cinco biomas brasileiros.

Em homenagem a esse bioma brasileiro, que é um dos mais devastados do país, metade do Cerrado já foi destruído, algumas fotos que fiz nas várias vezes que por estive por lá.