Fotografia de vida selvagem (wildlife photographer)

Taim

Dia Nacional do Pampa

Ontem, dia 17 de dezembro, foi o Dia Nacional do Pampa, um dos seis biomas brasileiros e que está localizado no extremo sul do Rio Grande do Sul. Esse bioma é constituído basicamente por vegetações rasteiras ou herbáceas, com capins de vários tipos.

Já tive a oportunidade de fotografar em duas unidades de conservação desse bioma: no Parque Nacional da Lagoa do Peixe (primeira foto) e na Estação Ecológica do Taim. As duas unidades funcionam com área de descanso, de crescimento ou nidificação para diversas espécies migratórias que procuram esse bioma.


Fui entrevistado pelo site Terra da Gente.

https://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/terra-da-gente/noticia/2019/07/17/professor-de-geografia-se-aventura-em-busca-de-grandes-fotos-da-vida-selvagem.ghtml?fbclid=IwAR3O1inZ3SDYf9Bi39m6ZUAYSTMWylk2yh_mqSLCmeO5yV8GfuqO7P4dvmk


Coruja-buraqueira (Athene cunicularia) Burrowing Owl Parque Nacional da Lagoa do Peixe, RS.

Coruja-buraqueira (Athene cunicularia) Burrowing Owl

Coruja-buraqueira (Athene cunicularia) Burrowing Owl


Lebre-européia (Lepus europaeus) Estação Ecológica do Taim, RS

Lebre-européia (Lepus europaeus)

Lebre-européia (Lepus europaeus)


Gavião-caboclo (Heterospizias meridionalis) Savanna Hawk

Gavião-caboclo (Heterospizias meridionalis) Savanna Hawk

Gavião-caboclo (Heterospizias meridionalis) Savanna Hawk


Galeria

O colorido Martim-pescador Como um raio azul-turquesa, um pássaro mergulha na água e, depois de voltar rapidamente à superfície, sai voando com um peixe no bico. Esse é o Martim-pescador, um pássaro colorido que tem a cabeça e o bico relativamente grandes.


Estação Ecológica do Taim, RS.

Estação Ecológica do Taim, RS.

A Estação Ecológica do Taim (ESEC Taim) é uma das mais principais estações ecológicas do Rio Grande do Sul e um dos principais ecossistemas do Brasil. Está localizada no sul do estado gaúcho, compreendendo parte dos municípios de Rio Grande e Santa Vitória do Palmar, entre a Lagoa Mirim e o Oceano Atlântico, próximo do Arroio Chuí, na fronteira do Uruguai.

Um dos principais motivos que levaram à criação da Estação Ecológica do Taim em 1986, foi o fato de esta área ser um dos locais por onde passam várias espécies de animais migratórios vindos da Patagônia.

A simples utilização da estação como área de descanso, de crescimento ou nidificação torna-a ainda mais importante pois para as espécies migratórias a destruição de uma área na rota de migração pode colocá-las em risco de extinção.
A imagem pode conter: atividades ao ar livre e água

 


Galeria

Aves em voo.


Vida de Fotógrafo de natureza selvagem.

Muita gente acha que a vida de um fotógrafo de natureza é um glamour, mas não imaginam os perrengues que passamos. São dias dirigindo por estradas de asfalto ou de terra. Quilômetros de caminhadas no sol ou na chuva, calor, frio, mosquitos e carrapatos. Cansaço (muito), fome e algumas lesões. Tudo isso para conseguiu uma boa foto.

Adoro!!! hehehehe


Corujas

Símbolo da sabedoria e da inteligência, mas também do mistério e do misticismo, as corujas são algumas das mais fascinantes e misteriosas aves de rapina que existem no mundo e também pelo misticismo.

São animais carnívoros. Estão na sua dieta estão roedores, mamíferos de pequeno ou médio porte, insetos noturnos e outros pássaros, incluindo até, outras corujas menores.

Existem mais de 150 espécies de corujas no mundo. No Brasil temos 22 espécies de corujas, sendo algumas muito pequenas, como o caburé-miudinho, que pesa cerca de 60 gr, até as maiores, como o jacurutu com mais de 1 kg.

Essas são algumas das corujas que tive o prazer de fotografar.